Sábado, 31 de Julho de 2021
61981028469
Geral Rio Grande do Sul

Começa obra da segunda passarela em trecho duplicado da ERS-118

Mais uma passarela para pedestres começou a ser construída na ERS-118, na região metropolitana de Porto Alegre.

22/07/2021 06h05
101
Por: Ueliton Mello Fonte: Secom Rio Grande do Sul
Travessia para pedestres no km 10,4 da rodovia deve ser entregue em seis meses - Foto: Divulgação Selt
Travessia para pedestres no km 10,4 da rodovia deve ser entregue em seis meses - Foto: Divulgação Selt

Mais uma passarela para pedestres começou a ser construída na ERS-118, na região metropolitana de Porto Alegre. As obras da segunda estrutura prevista no trecho duplicado da rodovia tiveram início esta semana no km 10,4, no limite entre Cachoeirinha e Gravataí.

A passarela terá 6,5 metros de altura por 2,6 metros de largura interna. Os pilares serão de concreto armado e a travessia de metal, com cobertura de telhas metálicas e telas de proteção nas laterais. O prazo de conclusão da obra é de seis meses.

"Estamos investindo R$ 3,3 milhões em recursos do Tesouro do Estado para garantir a segurança dos pedestres que precisam atravessar este trecho da 118", ressaltou o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, durante vistoria às obras na quarta-feira (21/7). "Após concluirmos a tão esperada duplicação, seguimos qualificando essa importante rodovia, que já está trazendo inúmeros benefícios para a mobilidade e a atração de grandes empresas ao Rio Grande do Sul."

A primeira passarela começou a ser construída há duas semanas no km 5,1, em Sapucaia do Sul. O contrato tem valor de R$ 3,8 milhões e prazo de conclusão até o fim deste ano.

"No total, construiremos seis passarelas ao longo dos 21,5 quilômetros duplicados entre Sapucaia e Gravataí", afirma o diretor-geral do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Luciano Faustino. "As outras quatro estruturas estão em fase de projeto, sendo que uma delas encontra-se em estágio avançado, prestes a ser licitada."

Todas as seis passarelas obedecerão às normas de acessibilidade, com rampas de acesso iluminadas e guarda-corpos.

Texto: Júlio Cunha Neto/Ascom Selt
Edição: Secom

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.