Terça, 27 de Julho de 2021
61981028469
Geral Amazonas

PC-AM promove palestra com o tema de prevenção às drogas em escolas públicas de Iranduba e Manaus

Palestras promovidas pela PC-AM com o objetivo de instruir os estudantes sobre o uso de drogas e suas consequências negativas

24/06/2021 22h52
324
Por: Ueliton Mello Fonte: Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas

Em alusão à Semana de Combate às Drogas, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio doDepartamento de Investigação sobre Narcóticos(Denarc), com o apoio do Programa de Prevenção, Revisão, Orientação, Vida, Independência, Dignidade e Amor (Pró-Vida), promoveu, na quarta-feira (23/06), palestras educacionais em duas escolas do Amazonas, com o objetivo de instruir os estudantes sobre o uso de drogas e suas consequências negativas.

Pela manhã, às 9h, a palestra ocorreu no Centro de Educação em Tempo Integral (Ceti) Maria Izabel Desterro e Silva, no município de Iranduba (distante 27 quilômetros em linha reta de Manaus) e pela tarde, às 15h, na Escola Municipal Eliana Lúcia Monteiro da Silva, localizada no bairro Santo Agostinho, zona oeste de Manaus.

A palestra contou com a participação do delegado Paulo Mavignier, diretor do Denarc, e do investigador de polícia, Renato Elias, coordenador do Pró-Vida. Na ocasião, Mavignier mostrou às crianças e adolescentes como funciona o trabalho investigativo e repressivo do Denarc, e também ressaltou sobre a importância da prevenção ao uso e tráfico de drogas.

Pró-Vida

“O Pró-Vida existe há 28 anos, e por determinação da delegada-geral da PC-AM, Emília Ferraz, foi integrado à estrutura do Denarc para que o departamento possa ampliar e trabalhar o eixo da prevenção, e não somente o eixo da repressão. Sou delegado do Denarc há cinco anos, e digo que a prevenção é o fator mais importante no combate às drogas, porque ao entrar no mundo do crime, a recuperação é muito mais difícil. Se conseguirmos orientar o jovem a não se envolver com as drogas, em longo prazo, teremos uma vitória muito grande”, enfatizou Mavignier.

O coordenador do Pró-Vida, investigador Renato Elias, explicou sobre os diversos tipos de drogas existentes e seus efeitos, de forma lúdica e clara, ele contextualizou o trajeto dos entorpecentes mais comuns, e o porquê de todo o trabalho antidrogas no Estado.

“A prevenção não é apenas feita durante a palestra, mas sim constantemente. Instruímos os pais e professores dos alunos. A preocupação com cada criança é para ressaltar que o papel da escola e da família é informar, orientar, cuidar e proteger”, relatou o coordenador.

Abordagem do tema

Giovanni Barbosa, diretor da escola que recebeu a palestra, relatou que já teve que lidar com alunos envolvidos com o uso e com o tráfico de drogas, e que a melhor maneira de evitar que esses casos aconteçam é por meio dos programas sociais de instrução e prevenção.

“O trabalho da sensibilização, mostrando aos jovens que existem alternativas, é a melhor maneira de tirá-los desse mundo. Eles vivenciam as drogas todos os dias em suas comunidades, e o vislumbre da vida do traficante, em certos momentos, parece melhor que a vida honesta. O ideal aqui é mostrar que não tem melhor caminho, apenas o certo, e que depende de cada um deles”, contou o diretor.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.