Domingo, 13 de Junho de 2021
61981028469
Geral Pará

TerPaz entrega cadeiras de rodas aos moradores do bairro do Guamá, em Belém

A ação nesta sexta (11) contou com a primeira-dama do Estado, Daniela Barbalho, que aproveitou o momento para participar das oficinas do ‘Cenas de Paz.

11/06/2021 17h03
165
Por: Ueliton Mello Fonte: Secom Pará

A expectativa da copeira Maria Rosângela Silva era grande para pegar a cadeira de rodas da filha de 21 anos, que sofre de paralisia cerebral. Ela relatou a dificuldade que tinha em se locomover com a filha. “Essa ação é maravilhosa, tem ajudado muitas pessoas, inclusive eu, que não tinha condições de comprar uma cadeira de rodas para a minha filha. Eu parabenizo o governador e todas as pessoas envolvidas’’, ressaltou ela. 

A ação de entrega das cadeiras de rodas foi realizada pelas Secretarias Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac), de Saúde Pública (Sespa), dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped) e de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), na manhã desta sexta-feira (11), em benefício dos moradores do bairro do Guamá, que integra os sete territórios contemplados pelo Programa Territórios pela Paz.

‘’Hoje aqui no Guamá, nós entregamos 32 cadeiras de rodas, quero aqui agradecer a Deus primeiramente, ao nosso governador e a nossa primeira-dama, pela sensibilidade, pelo amor ao próximo, por compreenderem que a prioridade é a vida dos paraenses. É importante ressaltar que os cadastros são realizados durante as nossas ações de saúde que ocorrem aos sábados e domingos, nos territórios atendidos pelo TerPaz. Basta as pessoas levarem os documentos necessários que são: laudo, documento de identidade, cartão SUS e o comprovante de residência”, informou a coordenadora da Sespa no TerPaz, Alessandra Amaral.

A entrega contou com a participação da primeira-dama do Estado, Daniela Barbalho. ‘’A nossa intenção, através do Governo do Estado é aproximar todas a secretarias da comunidade, em especial as pessoas mais vulneráveis. Sabemos que a pandemia trouxe muitos impactos na questão financeira, sabemos também das dificuldades que as pessoas vivem e quando falamos de mobilidade de transporte, e para quem tem alguma deficiência, essas dificuldades são infinitamente maiores. Então é o Governo do Estado trazendo saúde e mais qualidade de vida para quem mais precisa’’, afirmou a primeira-dama do Estado.

O secretário-adjunto da Seac, Raimundo Santos Junior, ressaltou a importância desta ação. ‘’Essa entrega de cadeiras é uma ação muito importante, em que podemos dar dignidade e cidadania para aquelas pessoas que precisam, que têm necessidades especiais. Nós sabemos a dificuldade enfrentada por essas pessoas, ainda mais nesse período de pandemia, quando é maior carência e escassez de recursos, de produção e renda’’, afirmou o secretário-adjunto.

O coletor de material reciclável Fredson Pinto, de 45 anos, foi buscar a cadeira de rodas para o pai de 78 anos, que tem hidrocefalia. “Há três anos o meu pai adquiriu hidrocefalia, ele não tinha cadeira de rodas, o que tornava as coisas ainda mais difíceis. E essa ação veio no momento certo e vai ajudar muito, principalmente na locomoção”, disse ele. 

Nas próximas semanas, outros bairros atendidos pelo programa Territórios pela Paz também serão beneficiados.

Cenas de Paz 

Ainda na Escola Estadual Barão de Igarapé-Miri, no bairro do Guamá, estavam sendo realizadas as últimas aulas das oficinas do ‘’Cena de Paz’’, projeto desenvolvido dentro do TerPaz pela Fundação Paraense de Radiodifusão (Funtelpa). O objetivo desta ação é levar conteúdos diversos de comunicação com duração de 72 horas/aula. Os participantes estão aprendendo técnicas para o desenvolvimento de produtos audiovisual e rádio, perpassando por noções de câmera, web e edição.

“É um curso em que apresentamos para os jovens uma oportunidade que não temos normalmente, de forma totalmente gratuita, e trabalhamos tanto a linguagem audiovisual, como a do rádio e a produção web, que é dividido em módulos. Durante o curso são apresentadas as ferramentas usadas para essas práticas, mas também mostramos formas mais fáceis, para que eles possam produzir esse material com o que têm em casa, para que eles tenham a oportunidade de fazer esse diferencial na comunidade’’, disse o oficineiro Felipe Negídio.

A primeira-dama do Estado Daniela Barbalho participou das oficinas e ressaltou a importância desse projeto. “Essa ação é muito importante. São pessoas que sonham em trabalhar com a arte, com a cultura, alguns dirigindo outros na parte de fotografia e outros atuando, com isso, ficamos muito felizes porque vemos a esperança de um sonho sendo realizado, então é gratificante podermos dar essa oportunidade para que esse sonho seja realizado’’, ressaltou a primeira-dama do Estado.

O autônomo Adriano Leal, de 33 anos, é um dos participantes. “Nos meus horários vagos eu trabalho como motorista de aplicativo e durante uma das corridas o meu passageiro foi um dos professores. Eu contei para ele que a minha paixão era a comunicação, foi então que ele me falou desse projeto e resolvi me inscrever, agora eu estou saindo bem diferente do que entrei, com muitos conhecimentos”, disse ele.

O artista Marcos Carvalho, de 26 anos, contou que ficou sabendo do protejo pelas redes sociais. “Eu sou voluntário no Espaço Cultural nossa Biblioteca, me interessei pelo curso de comunicação integrada e como estudo teatro, resolvi participar da ação. Eu adorei o projeto e tive a oportunidade de aprender várias coisas’’, afirmou. 

As atividades do ‘Cenas de Paz’ já alcançaram os territórios da Cabanagem, do Bengui e do Jurunas, em Belém; do Icuí-Guajará, em Ananindeua; e também o município de Marituba.

No final da oficina, todos os participantes serão certificados e ainda farão uma visita técnica nas instalações da Funtelpa Rede de Comunicação.

Por Elizabeth Teixeira (SEAC)
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.