Sábado, 12 de Junho de 2021
61981028469
Geral Pará

Ophir Loyola celebra doadores de sangue e faz campanha para reforça estoque da unidade

Em média, são feitas 900 transfusões de sangue por mês no hospital, que festejará o Dia do Doador de Sangue nesta segunda-feira (14)

11/06/2021 16h11
35
Por: Ueliton Mello Fonte: Secom Pará

Criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) o dia 14 de junho celebra o dia mundial do doador de sangue e é uma homenagem ao nascimento do imunologista austríaco, Karl Landsteiner, descobridor do fator RH e das diferenças dos tipos sanguíneos.

A data objetiva celebrar os voluntários, e incentivar mais pessoas ao gesto da doação de sangue. Na próxima segunda feira (14), em alusão à data, o Hospital Ophir Loyola, centro de alta complexidade no tratamento contra o câncer, realizará uma cerimônia de agradecimento aos servidores que sempre colaboram como doadores de sangue. No 16 de junho, a partir das 8h, ocorrerá uma campanha de doação de sangue em prol dos pacientes do hospital. 

A equipe do Hospital Ophir Loyola destaca que o sangue é um componente vital para o ser humano. Durante tratamentos oncológicos, pacientes submetidos a intervenções médicas de alta complexidade, como cirurgias e quimioterapias, podem demandar a doação de sangue e de hemocomponentes.

Para mentar o estoque da HOL, a agência transfusional do hospital realiza campanhas em parceria com o Hemopa, para captar doações e suprir a demanda do hospital, principal referência, em todo o Pará, no tratamento de cânceres.

MAIS SOBRE A DOAÇÃO DE SANGUE 

Médicos do hospital explicam que durante a doação, é retirada uma pequena quantidade de sangue que é logo reposta pelo organismo. O sangue doado pode ser separado em hemácias, plaquetas ou plasma, desta forma beneficia diversos pacientes, conforme a carência de cada paciente.

“No hospital, a necessidade de doação é grande, são em média de 900 transfusões mensais. Esses hemocomponentes só estão disponíveis através da doação voluntária de sangue, por isso é tão importante valorizar esse ato de solidariedade. O doador não cede só o sangue, ele doa a esperança de viver para aquele doente que aguarda pela transfusão", enfatizou a médica hematologista, Lívia Ramalho, chefe da Agência transfusional do Ophir Loyola.

"O HOL possui uma população de pacientes diferenciada, geralmente com patologias que necessitam do suporte de hemoterapia. A maior parte dos nossos casos são pacientes com sangramento pelo tumor, toxicidade pela quimioterapia, cirurgias oncológicas que requerem reserva cirúrgica de hemocomponentes, além dos pacientes onco-hematológicos , estes são os que mais necessitam, explicou Lívia Ramalho.

Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos (menores devem estar acompanhados do responsável legal), ter mais de 50 quilos, estar bem de saúde e portar documento de identificação oficial, original e com foto.

 SERVIÇO

 Dia: 16/06/2021

 Horário: 8h às 16h.

Local: Hospital Ophir Loyola - Avenida Magalhães Barata, 992. 

*Texto de Lívia Soares (Ascom / HOL).

Por Governo do Pará (SECOM)
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.