Sábado, 12 de Junho de 2021
61981028469
Internacional Internacional

Morre último soldado que ajudou na libertação de Auschwitz

David Dushman morreu aos 98 anos; ele tinha 21 anos quando participou da operação que libertou cerca de sete mil pessoas

07/06/2021 21h06
135
Por: Ueliton Mello Fonte: R7 - Da Ansa
 Reprodução/YouTube - (Foto: Reprodução/YouTube)
Reprodução/YouTube - (Foto: Reprodução/YouTube)

Morreu em Munique, na Alemanha, o veterano de guerra David Dushman, 98 anos, no último sábado (5), repercute a imprensa do país nesta segunda-feira (7). O russo era considerado o último da soldado ainda vivo que ajudou a libertar os prisioneiros do campo nazista de Auschwitz, na Polônia, em 27 de janeiro de 1945.

Dushman tinha apenas 21 anos quando participou da operação militar que libertou cerca de sete mil pessoas, a maioria judeus.

Os campos de extermínio de Adolf Hitler abrigavam pessoas que eram forçadas a trabalhar ou participar de experimentos médicos para o regime nazista. No entanto, milhares foram mortos assim que chegaram por "não serem úteis". Estima-se que mais de um milhão de pessoas morreram em Auschwitz.

Além de participar de um dos principais momentos do conflito, o veterano também participou da famosa Batalha de Stalingrado, quando os russos impediram o domínio alemão no país.

Após o fim da Segunda Guerra Mundial, o russo se formou em Medicina e em Educação Física, tendo se tornado o melhor esgrimista da antiga União Soviética por anos. Ainda no esporte, ele treinou a equipe soviética de esgrima por cerca de 30 anos.

Depois, se mudou para Munique, onde permaneceu até o fim de sua vida.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.