Terça, 01 de Dezembro de 2020 08:28
61981028469
Cidades Cidades

Novas unidades para o atendimento à mulher são anunciadas

Estruturas funcionarão nas dependências da 15ª Delegacia de Polícia

22/04/2020 20h04
166
Por: A Redação

Como parte da política para o enfrentamento do feminicídio e da violência contra a mulher, duas unidades policiais voltadas para o atendimento deste público foram anunciadas nesta semana. Ceilândia, uma das cidades mais populosas do Distrito Federal, passará a contar com a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher II (Deam II) e com o Núcleo Regional de Perícias – Base Ceilândia.

As novas unidades funcionarão nas dependências da 15ª Delegacia de Polícia. Para que isso ocorra, estão sendo feitas adaptações dos espaços físicos para dar inicio aos atendimentos. A Deam II deverá estar pronta em pouco mais de um mês. Já para o Núcleo de Perícia começar a funcionar será necessário uma obra um pouco mais invasiva.

Para o secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, delegado Anderson Torres, o local será importante para o enfrentamento desse tipo de violência, prioridade para a pasta no próximo ano. “No ano passado abrimos o debate para este problema. Fizemos um estudo que serve de base para as polícias definirem estratégias. A descentralização beneficiará as mulheres que muitas vezes não tem condições de procurar uma unidade policial mais distante. Hoje, a PCDF conta com um serviço robusto e vasta expertise em protocolos de acolhimento às vítimas de violência.

As unidades irão descentralizar a prestação dos serviços, mas o diretor-geral da PCDF, Robson Cândido enfatiza que é possível registrar ocorrência em todas as delegacias circunscricionais e na Deam I, localizada na Asa Sul, como explica . “Todas as unidades estão aptas a realizar o registro de ocorrência. Já em relação ao Núcleo Regional de Perícias será possível fazer perícias em vítimas de violência doméstica, de lesões corporais, toxicologia e sexologia. Há previsão de que perícias em veículos também possam ser feitas no local”.

* Com informações da SSP/DF

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.