Domingo, 26 de Setembro de 2021
24°

Alguma nebulosidade

Brasília - DF

Agricultura Rio Grande do Sul

Fetag entrega ao governador pautas da agricultura familiar para 2021-2022

Em reunião no Palácio Piratini nesta quinta-feira (22/4), o governador Eduardo Leite recebeu da Fetag-RS a pauta do próximo plano safra (julho 2021 a junho 2022) e demandas para o desenvolvimento da agricultura e pecuária familiar gaúcha.

22/04/2021 às 17h47
Por: Ueliton Mello Fonte: Secom Rio Grande do Sul
Compartilhe:
Na reunião, governador recebeu documento que expressa demandas de 23 regionais sindicais e 321 sindicatos - Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini
Na reunião, governador recebeu documento que expressa demandas de 23 regionais sindicais e 321 sindicatos - Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini

Em reunião no Palácio Piratini nesta quinta-feira (22/4), o governador Eduardo Leite recebeu da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS) a pauta do próximo plano safra (julho 2021 a junho 2022) e demandas para o desenvolvimento da agricultura e pecuária familiar gaúcha.

Para formar a pauta, a Fetag ouviu todas as 23 regionais sindicais e os 321 sindicatos filiados e, após as discussões, formalizaram o documento, que foi encaminhado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

“Quero saudar a iniciativa, pois receber as demandas de forma organizada nos ajuda a ter clareza sobre o que mais preocupa a agricultura familiar e, dentro desse processo de interação, a entender onde temos de aplicar mais esforços e, no que for possível, recursos”, destacou o governador.

Leite demandou à secretária da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Silvana Covatti, que estude todas as demandas e, após análise técnica, possa se reunir novamente com o presidente da Fetag-RS, Carlos Joel da Silva, e demais representantes para fazer a devolutiva.

“O governo do Estado é parceiro do agricultor familiar. Sabemos da sua importância e, por isso, valorizamos o diálogo com a Fetag, que muito contribui para o fortalecimento das pequenas propriedades. Já avançamos em muitas pautas, mas temos muito ainda pela frente. Vamos continuar avançando", disse Silvana Covatti.

“A maioria das nossas demandas não envolve recursos financeiros por parte do Estado, mas apoio e mobilização política, como tem sido desde o início da atual gestão. Sabemos da valorização que tem o agronegócio para o Rio Grande do Sul e contamos com o apoio do governo estadual”, afirmou Silva.

Texto: Vanessa Kannenberg
Edição: Secom

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Brasília - DF Atualizado às 22h55 - Fonte: ClimaTempo
24°
Alguma nebulosidade

Mín. 17° Máx. 27°

Seg 30°C 17°C
Ter 30°C 16°C
Qua 31°C 17°C
Qui 32°C 17°C
Sex 33°C 18°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Anúncio