Domingo, 07 de Março de 2021 17:54
61981028469
Política Política

CESC repercute mudanças na direção do Iges

22/02/2021 18h20
115
Por: A Redação
CESC repercute mudanças na direção do Iges

A Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC) da Câmara Legislativa repercutiu, em reunião remota na tarde desta segunda-feira (22), as mudanças na direção do Instituto de Gestão Estratégica da Saúde (Iges-DF). Segundo a presidente do colegiado, deputada Arlete Sampaio (PT), até o momento a comissão não recebeu resposta do requerimento feito à Secretaria de Saúde para saber os motivos da exoneração de Paulo Ricardo Silva da direção do instituto. Ele foi afastado do cargo no dia 4 deste mês pelo Conselho de Administração do Iges, atualmente sob o comando do interino Marcelo Barbosa. Arlete acrescentou que a CESC deverá fazer a arguição do indicado pelo governador Ibaneis para ocupar o cargo, Gilberto Occhi, ex-ministro da Saúde durante o governo de Michel Temer.

Por sua vez, o deputado Leandro Grass (Rede) criticou a atual situação: "Não é a primeira vez que o Iges tem um presidente interino, figura que não existe no regulamento do instituto". O parlamentar chamou a atenção para a falta de transparência no órgão, onde relatórios de auditorias apontam para sérios problemas na aplicação do dinheiro público, a exemplo da "farra" no uso do cartão corporativo. Em virtude da sinalização de gastos e endividamento, aliada à "péssima prestação de serviço de saúde", Grass defendeu a CPI do Iges, apresentada por parlamentares na semana passada, ao conclamar a adesão dos pares à proposta. "Precisamos entender o que está acontecendo no Iges e encontrarmos alternativas", afirmou.

Ainda durante a reunião, o deputado Jorge Vianna (Podemos) fez questão de desmentir boatos sobre seu possível interesse em ocupar o cargo de secretário de Saúde do DF. "Não tem nada disso", enfatizou.

Retorno às aulas presenciais

Nesta quinta-feira (25), às 18h, a CESC realiza audiência pública para debater o retorno às aulas presenciais nas escolas públicas e privadas, que deverá ocorrer no próximo dia 8 de março. A presidente da comissão, deputada Arlete Sampaio, adiantou que foram convidados para a audiência o secretário de Educação, Leandro Cruz, e representantes do Sindicado dos Professores (Sinpro-DF), da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e diretores de escola. Participaram da reunião da CESC de hoje, transmitida ao vido pela TV WEB CLDF, os deputados Arlete Sampaio, Leandro Grass, Jorge Vianna, Delmasso (Republicanos) e Fernando Fernandes (PROS).

Franci Moraes
Núcleo de Jornalismo - Câmara Legislativa

Fonte: CLDF
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.