CLDF CORONAVÍRUS
anucie aqui
Treta

Bispo da Record exige desculpas de Lívia Andrade por fake news no SBT

A apresentadora disse em seu programa que viu líderes religiosos vendendo álcool em gel ungido por Deus por R$ 500

Famosidade

FamosidadeTudo sobre o mundo dos famosos em um só lugar!

26/03/2020 16h36
Por: A Redação
1.151

Na madrugada desta quinta-feira, o bispo da igreja Universal e apresentador da Record, Renato Cardoso, exigiu que Lívia Andrade se desculpasse por ter espalhado fake news falando que líderes religiosos vendiam "álcool em gel ungidos de Deus" para as pessoas se protegerem do coronavírus. A apresentadora falou do boato durante o "Fofocalizando", do SBT.

O bispo compartilhou nas redes sociais as falas da apresentadora. "Essa semana, uma apresentadora do SBT divulgou, disseminou uma notícia falsa a nosso respeito, uma notícia rolando na internet que ela trouxe para os seus telespectadores", disse ele. "O que nos surpreende é que uma pessoa que está à frente de um programa de televisão passaria essa informação adiante, sem verificar, para induzir os seus telespectadores ao erro e manchar a imagem de uma instituição tão séria no Brasil", continou.

A fala de Lívia aconteceu 19 de março, quando ela começou a falar sobre o suposto golpe: "Infelizmente, nós temos imagens de líderes religiosos que usam esse momento difícil para ganhar muito dinheiro. Eu cheguei a ver que uma das igrejas tá vendendo álcool em gel ungido por 500 reais. Isso é real, eu vi essa imagem e estou chocada", disse Lívia.

Depois Cardoso começou a mostrar a retratação da loira feita no dia seguinte. "Ontem eu disse aqui que líderes religiosos estavam querendo ganhar dinheiro no meio dessa pandemia do coronavírus. Mesmo sem citar nomes ou instituições religiosas, algumas pessoas se sentiram ofendidas", começou ela. "Eu quero pedir desculpas pra essas pessoas que se sentiram ofendidas. O mais importante é a gente ficar junto nessa luta contra o coronavírus. E continuar tendo cuidado, sim, com essa galera que tenta ganhar dinheiro em cima da fé das pessoas", completou.

Foi então que o bispo exigiu que Lívia pedisse desculpas "da forma correta". "Bom, Lívia, obrigada pela sua meia desculpa. Porque você não reconheceu seu erro, você não reconheceu que espalhou fake news, uma notícia sem verificar", rebateu.

"Você pediu desculpas às pessoas que se sentiram ofendidas, mas não pediu desculpas à Universal, não pediu desculpas aos pastores da Universal, que foram os principais manchados com essa fake news", continuou.

Por fim, ele afirmou que o caso pode servir para Lívia refletir. "Talvez isso tenha servido para você refletir melhor lá na frente. Eu sei que pessoas públicas que apresentam programas às vezes são induzidas ao erro, mas é muito importante a gente rever os nossos conceitos e preconceitos. E sempre verificar a fonte da informação, isso é o básico para quem está na televisão", finalizou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Brasília - DF
Atualizado às 14h11
31°
Muitas nuvens Máxima: 28° - Mínima: 19°
32°

Sensação

7 km/h

Vento

49%

Umidade

Fonte: Climatempo
anuncie aqui
anuncie aqui
Municípios
Instituto Hudson Cunha
Últimas notícias
tim black
Mais lidas
Anúncio
Anúncio