Sábado, 27 de Fevereiro de 2021 12:18
61981028469
Brasil Brasil

Ministério Público investiga denúncias de fura fila na vacinação contra Covid-19

20/01/2021 12h50
139
Por: A Redação
Ministério Público investiga denúncias de fura fila na vacinação contra Covid-19
source
Prefeito de Itabi sendo vacinado
Reprodução/ Facebook

Prefeito de Itabi sendo vacinado

O início da primeira fase da campanha de vacinação contra Covid-19 no país foi marcado por flagrantes de pessoas fora do grupo de risco furando a fila de imunização. Há casos que estão sendo investigados pelo Ministério Público em Sergipe e Pernambuco.

Em Sergipe , o prefeito do município de Itabi, Júnior de Amynthas, (DEM), de 46 anos, tomou a vacina no lançamento da campanha na cidade. Em rede social, ele justificou o ato como sendo "uma forma de incentivar a população". O município recebeu 31 doses para a primeira fase de imunização.

"O prefeito Júnior de Amynthas foi imunizado, em um ato de demonstração de segurança, legitimidade e eficácia da vacina, para incentivar a população Itabiense a vacinar-se, tendo em vista os receios existentes a esse respeito - o que não configura um ato de caráter político", diz o texto. O Ministério Público Federal enviou ofício ao prefeito cobrando explicações.

Em Pernambuco , a promotoria de Justiça de Jupi, no interior do estado, recebeu a denúncia de que um cidadão, fora do grupo prioritário estabelecido pelo Plano Nacional de Imunização e diretrizes estaduais de vacinação contra a Covid-19, foi vacinado.

"Vamos oficiar a Secretaria Municipal de Saúde para prestar esclarecimentos, bem como os profissionais de saúde que realizaram o procedimento, além da delegacia local para apurar conduta penal acerca do caso", disse a promotora de Justiça da cidade Adna Vasconcelos.

Foram vacinados, segundo reportagem da "Folha de S.Paulo", a secretária municipal de Saúde de Jupi, Maria Nadir Ferro, e o fotógrafo oficial da prefeitura, conhecido como Guilherme JG. O vídeo foi postado nas redes sociais. "Aqui, olha, Jupi recebendo as primeiras doses. Aproveitando o embalo", diz o fotógrafo.

Em nota divulgada em rede social, a prefeitura de Jupi informou que afastou a secretaria municipal de saúde. "Cabe esclarecer que a gestão repudia totalmente qualquer ilegalidade na não observação do plano estadual e municipal de imunização", diz a nota. O município de Jupi recebeu 136 doses da vacina contra a Covid-19 para aplicar em duas etapas nos profissionais de saúde.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.