Quinta, 03 de Dezembro de 2020 01:25
61981028469
Cidades Cidades

Brasília Ambiental investe em atendimento

21/11/2020 20h10
117
Por: A Redação
Com a aquisição do maquinário, processos serão simplificados | Foto: Divulgação/Brasília Ambiental
Com a aquisição do maquinário, processos serão simplificados | Foto: Divulgação/Brasília Ambiental
Com a aquisição do maquinário, processos serão simplificados | Foto: Divulgação/Brasília Ambiental

O Instituto Brasília Ambiental deu início a um processo de modernização tecnológica que beneficiará o atendimento ao público. A primeira etapa compreende a melhoria da infraestrutura tecnológica do órgão para dar condições adequadas aos servidores.

Foram adquiridas 159 novas máquinas, todas testadas e patrimoniadas, tendo sido 45 destinadas à Superintendência de Fiscalização (Sufam). As próximas destinações serão definidas em mais seis etapas, que ocorrem até 15 de janeiro de 2021 e abrangem diferentes áreas do instituto.

O parque tecnológico do Brasília Ambiental conta com 560 máquinas, entre as quais algumas que, com problemas de lentidão, poderão ser substituídas. Outra aquisição importante foi a de dois nobreaks (fontes de alimentação ininterrupta) para o Centro de Processamento de Dados (CPD), medida que vai dar mais tranquilidade no caso de ocorrer queda de energia.

Novas soluções

Após essa etapa de renovação da infraestrutura, a unidade de tecnologia prepara estudos para outra área: soluções de TI para os serviços do órgão. Esse processo passa por ações de desenvolvimento interno - como agendamentos de veículos e de drones - e pela contratação de dois softwares configurados às demandas do instituto.

A área de protocolo do Brasília Ambiental recebe, atualmente, cerca de 800 documentos externos mensais. Todos os requerimentos - principal mecanismo de solicitação de serviços pelo público - passarão a ser acessíveis on-line (carta de serviços) e interligados ao Sistema SEI (Sistema Eletrônico de Informações), e-gdf e gov.br.

Para essa carta de serviços on-line, foi criado um grupo de trabalho com o objetivo de levantar os requisitos e fluxos necessários para viabilizar a contratação de uma ferramenta (software customizável) adequada para implementar o peticionamento eletrônico, que será interligada ao SEI.

Mais agilidade

"O interessado poderá fazer seus requerimentos, qualquer solicitação que necessite, on-line, no conforto do seu lar, sem filas, não necessitando mais ir à Central de Atendimento ao Cidadão (CAC)", explica a chefe da Unidade de Tecnologia e Gestão de Informações do Brasília Ambiental, Tatiane Correia. "Quando a pessoa fizer o pedido on-line, se atendidos os requisitos, automaticamente será aberto um processo no SEI, que será encaminhado à unidade responsável diretamente pelo sistema."

Confira, abaixo, as vantagens da modernização do sistema no Brasília Ambiental.

  • Eliminação do papel em autos de infração
  • Oferecimento de dados geo, necessários ao cadastro distrital das unidades de conservação (UCs)
  • Disponibilização de plataforma interativa ao público externo, com dados dos parques e UCs, em ambiente com realidade aumentada
  • Possibilidade de verificação ponta a ponta do trâmite de cada pedido dentro do órgão
  • Redução do tempo de tramitação interna de um processo
  • Possibilidade de ampliação do teletrabalho.

* Com informações do Brasília Ambiental

Fonte: Governo DF
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.